Google+ Rádio Gospel Hits: Papa Francisco pede perdão a evangélicos por séculos de perseguição em nome de Deus

Divulgação 728 X 90

Player

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Papa Francisco pede perdão a evangélicos por séculos de perseguição em nome de Deus

O papa Francisco voltou a pedir perdão às igrejas evangélicas por séculos de perseguição promovidos pelos católicos. O pontífice destacou que por muito tempo, a intolerância religiosa em nome de Deus foi responsável por muitos confrontos.

Papa pede perdão a denominação evangélica por séculos de perseguição

Em viagem a Turim, na Itália, Francisco visitou um templo da Igreja Valdense, fundada em 1170 como um movimento de renovação espiritual e que mais tarde tornou-se parte da Reforma Protestante.

A história registra que diversos papas tentaram silenciar e acabar com o movimento, que era tratado de forma brutal por representantes da Igreja Católica. Em 1655 o duque de Sabóia, liderando uma força militar católica, promoveu tortura, estupro e assassinato de fiéis da denominação.

De acordo com informação do National Catholic Reporter, o papa Francisco não ignorou o passado tenebroso da denominação e expressou uma posição oficial de arrependimento, dizendo que os católicos “não podem deixar de lamentar” a violência cometida em nome da fé contra os irmãos cristãos.

“Em nome do Senhor Jesus Cristo, perdoem-nos!”, disse o papa Francisco durante seu discurso.

Antes de o discurso do papa, o pastor da comunidade, Eugenio Bernardini, havia perguntado por que a Igreja Católica havia perseguido a denominação no passado: “Qual foi o pecado dos valdenses? Ser um movimento de evangelização popular, realizado por leigos?”.

Bernardini também comentou as relações ecumênicas entre católicos e valdenses contemporâneos, fazendo referência a exortação apostólica “Evangelii Gaudium”, do papa Francisco, onde ele exorta os cristãos a viverem juntos em “diversidade reconciliada”.

“Cada Igreja tem necessidade do outro para realizar sua própria vocação”, disse Bernardini. “Nós não podemos ser cristãos sozinhos”, concluiu.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...