Google+ Rádio Gospel Hits: Silas Malafaia critica aproximação de Fernando Haddad com evangélicos

sábado, 28 de abril de 2012

Silas Malafaia critica aproximação de Fernando Haddad com evangélicos

"Fernando Haddad está querendo passar um atestado de idiota aos pastores e ao povo evangélico...", afirmou o pastor Silas Malafaia (foto) ao comentar a aproximação de Haddad com os evangélicos.

O pastor Silas Malafaia resolveu comentar sobre as notícias divulgadas pela imprensa que afirmam que o candidato do PT a prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, estaria se reunindo com pastores evangélicos em busca de votos.

Silas Malafaia
Haddad foi ministro da Educação e criou conflito com a comunidade evangélica por apoiar o kit anti-homofobia que seria distribuído nas escolas públicas de todo o Brasil.

Os parlamentares evangélicos e católicos conseguiram barrar o projeto, mas Haddad acabou sendo chamado de “pai do kit gay”. Malafaia é um dos maiores opositores a candidatura de Haddad e por isso publicou em seu site uma opinião sobre o candidato.

“O kit gay foi criado pelo Ministério da Educação quando ele era o ministro, com verbas destinadas do seu ministério, amplamente divulgado pela imprensa na fase de elaboração”, escreve.

Sabendo da influencia que exerce sobre a população evangélica, Malafaia recomenda que os cristãos não votem nele. Nas pesquisas de intenção de voto divulgadas pela imprensa o candidato petista está em desvantagem.

Leia o texto do pastor Silas Malafaia:

“Tenho dito muitas vezes, vou repetir mais uma vez, vou continuar a repetir o seguinte: não satanizo partido político nem candidaturas.
Voto em pessoas, seus princípios, suas atitudes. A prova que dou é que o senador Lindbergh Farias usou a tribuna do senado para me defender, sendo ele contra o que os ativistas gays tem feito – e ele é do PT.

Agora, o senhor Fernando Haddad está querendo passar um atestado de idiota aos pastores e ao povo evangélico de que ele não tem nada com isso em relação ao kit gay. Então vamos aos fatos:

O kit gay foi criado pelo Ministerio da Educação quando ele era o ministro, com verbas destinadas do seu ministerio, amplamente divulgado pela imprensa na fase de elaboração.

Então ele não sabia de nada? Não assinou a verba destinada ao projeto? Um fato tão importante na época e ele teve amnesia (coitadinho, “inocente”). Além do mais, o senador Magno Malta o alertou quanto a reação dos evangélicos, católicos e pessoas de bem, e assim mesmo ele deu continuidade ao projeto.

Se não fosse o veto da presidente Dilma, esta imoralidade de kit gay já teria sido distribuída nas escolas. E mais um dado: a Ong que produziu o material era ligada a grupos homossexuais.

Espero que os pastores e o povo evangélico de São Paulo deem uma resposta firme e incisiva.

Para a Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad não!”

Fonte: Gospel Prime com informações VerdadeGospel.com



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...