Google+ Rádio Gospel Hits: Jogadores defendem Kaká após expulsão contra Costa do Marfim

Divulgação 728 X 90

Player

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Jogadores defendem Kaká após expulsão contra Costa do Marfim


Após duras críticas aos evangélicos Kaká, Luis Fabiano, Lúcio, Elano, Daniel Alves e Felipe Melo no jogo contra a Coréia do Norte, dois deles roubaram a cena na vitória sobre a Costa do Marfim. Cada um de seu jeito, Kaká e Luis Fabiano serão falados durante muito tempo por suas atitudes em campo.O zagueiro Lúcio, sempre preciso, levou segurança e liderança a defesa brasileira, já Felipe Melo mais uma vez pouco apareceu. Daniel Alves, o reserva mais titular do Brasil, só entrou no fim e também pouco apareceu. Já Elano marcou um gol, mas saiu de campo logo após uma entrada criminosa de um jogador da Costa do Marfim. Embora o jogador tenha ficado com marcas da agressão em sua canela, ele esta bem e deve ir a campo no próximo jogo.

O primeiro destaque foi para o ex são paulino Luis Fabiano.

Conhecido como Fabuloso, o número 9 da seleção marcou dois gols, um deles um golaço após dar dois chapéus no zagueiro marfinense e chutar a gol. O atacante dominou a bola com a mão antes de finalizar e após a partida confirmou a um repórter: “foi uma mão involuntária, a mão de Deus. Mas como é involuntária, acho que valeu a pintura do gol”. Curiosamente, logo após a “pintura”, ainda durante a partida, o árbitro perguntou para Luis Fabiano se ele tinha dominado a bola com o braço, para ele o atacante negou. O Fabuloso agradeceu e dedicou a Deus os gols marcados que lhe renderam a vice artilharia da Copa do Mundo. Após a partida foi escolhido como o melhor em campo pela Fifa.

Já Kaká foi do céu ao inferno em 90 minutos. Jogando bem e dando passe para um gol, o evangélico da Igreja Renascer se destacou e mostrou que esta voltando ao ritmo de jogo que o consagrou como melhor do mundo. Com bons passes e arrancadas, Kaká quase marcou um gol, mas não foi por isso que ganhou destaque na partida.

   O marido da pastora e cantora Carol Celico foi cassado em campo e sofreu com as entradas duras e marcação forte. Kaká acabou se estressando e falando alguns palavrões, o que virou piada na internet. Após entrar em uma calorosa discussão, o camisa 10 acabou fazendo alguns gestos obscenos e levou um cartão amarelo, em seguida após uma cotovelada muito bem fantasiada por um jogador marfinense levou o segundo cartão amarelo e consequentemente um vermelho, resultando em uma cena raramente vista pelos brasileiros: Kaká foi expulso. Visivelmente muito irritado o jogador foi direto para o vestiário. Essa foi a terceira expulsão em toda a sua carreira, a última foi quando ainda jogava no São Paulo. Após o cartão vermelho até charges no Twitter começaram a aparecer como esta, feita por um Pastor brasileiro. Suspenso, o craque evangélico não jogará a partida contra Portugal.

Após o jogo, Kaká revelou que recebeu muitas mensagens de apoio. No twitter o Apóstolo Estevam Hernandes, líder de Kaká na Igreja Renascer, opinou sobre a expulsão: “Todo mundo viu o que esse juiz fez, um bando de cavalos, quebraram o elano e agrediram o Kaká”. Já o cantor André Valadão encontrou outra explicação para a expulsão do jogador: “Deus livrou o Kaká do jogo de Portugal”. O baixista do Oficina G3, Duca Tambascos, bricou com o palavrão de Kaká: “Hoje o irmão Kaka disse: Seu f*´®¡™o da P***´¨®ª! Aleluia! irmão! Hahaha! Deixa o cara, ele tava bem nervoso! Hahaha!”.

O Brasil volta a campo com Luis Fabiano, Felipe Melo e Lúcio (sem Kaká suspenso) no dia 25 às 11 da manhã no horário de Brasília. A Seleção Brasileira já está classificada para as oitavas de final, o jogo contra Portugal irá decidir se será o primeiro lugar no grupo ou o segundo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...