Google+ Rádio Gospel Hits: Deputado da Frente da Família é flagrado assistindo vídeo pornô em sessão da Câmara

Divulgação 728 X 90

Player

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Deputado da Frente da Família é flagrado assistindo vídeo pornô em sessão da Câmara

O deputado federal João Rodrigues (PSD-SC) foi flagrado assistindo vídeos pornográficos em seu smartphone durante a sessão da Câmara dos Deputados que votou uma parte da Reforma Política.


Rodrigues integra a Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família, que reúne deputados católicos e evangélicos.

O flagra foi feito por um jornalista do SBT, e mostra Rodrigues abrindo o vídeo e mostrando as imagens obscenas aos colegas deputados.

Embora a emissora não tenha identificado o parlamentar, ele mesmo admitiu ser a pessoa no vídeo (abaixo) com o conteúdo pornográfico no celular, e afirmou que recebeu o material de um dos vários grupos em que participa no WhatsApp e que abriu para poder deletar de seu celular.

“Acho uma covardia tremenda [abordar o assunto dessa forma]. A sensação que dá é que é um pedófilo, um pornográfico, mas na verdade só estou apagando mensagem que vem no WhatsApp alguém que gosta de pornografia. Eu abri para ver o que era a imagem, coloquei embaixo da mesa, cutuquei os deputados que estavam do meu lado e disse: ‘olha o que me mandaram’ e eliminei o vídeo. Não estava vendo o vídeo, só abri para apagar, se não apago vem para minha base de dados e minha filha de 10 anos, que brinca com meu celular pode ver”, defendeu-se o deputado em entrevista ao jornal O Globo.


Rodrigues destacou ainda que não tem controle sobre o conteúdo que compartilham com ele no aplicativo de troca de mensagens: “Tenho 70 grupos no WhatsApp, é frequente que fazem, se disser que é a primeira vez vou estar mentindo. Imagens que pegam, mas não é para mim, é para o grupo, todo mundo manda isso. O repórter que captou achou que descobriu o ovo de Colombo. São meus amigos, trocando mensagens em grupos privados. A gente recebe, não sabe o que contém. Todo mundo tem WhatsApp. Se não abrir, não consegue deletar. Francamente, são meus amigos, não vou condená-los. Estão fazendo internamente, nada que seja proibido. É imoral sim. É brincadeira interna”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...