Google+ Rádio Gospel Hits: Valdemiro Santiago e Edir Macedo podem se tornar sócios

Divulgação 728 X 90

Player

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Valdemiro Santiago e Edir Macedo podem se tornar sócios

Sócio de Edir Macedo em uma emissora de televisão disse que pretende vender sua parte para o apóstolo Valdemiro Santiago.

O bispo Edir Macedo depôs à Justiça Federal de Chapecó, em Santa Catarina, num processo movido contra ele pelo Ministério Público Federal por falsidade ideológica.



Os autos do processo acusam o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus de forjar documentos para permitir a compra da RIC TV de Xanxerê, em 1996. A emissora é afiliada da TV Record.

Além de Macedo, são réus Júlio César Ribeiro, ex-diretor de uma emissora afiliada, e Marcelo Nascentes Pires, ex-pastor da Igreja Universal, de acordo com informações do jornal O Dia. Macedo se declarou inocente ao juiz responsável, mas se condenado, pode pegar de 1 a 5 anos de prisão, mais multa.

Pires, aliás, é um dos sócios de Macedo em outra emissora, a RIC TV do Vale do Itajaí, também em Santa Catarina. O canal é alvo de uma disputa judicial entre os dois, e Pires o acusa de também forjar um documento para tirá-lo da sociedade.

Recentemente, Pires conseguiu reaver na Justiça sua participação na emissora do Vale do Itajaí e de acordo com o jornalista Lauro Jardim, do Radar Online, afirmou que durante o depoimento, Pires surpreendeu Edir Macedo com a declaração de que pretende vender sua parte na emissora para o apóstolo Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus e um dos maiores desafetos do bispo da Universal.

O caso da RCE TV de Xanxerê Ltda

O bispo Edir Macedo, empresário e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), esteve em Chapecó na porção oeste do estado de Santa Catarina (SC), na quarta-feira (21), às 14 horas, para prestar depoimento em audiência na 1ª vara da Justiça Federal. Ele responde a processo por falsidade ideológica e por declaração falsa em documento na compra da TV Record de Xanxerê, também no oeste catarinense.

A denúncia foi feita pelo Ministério Público (MP), por meio do procurador da República, Renato de Rezende Gomes. Segundo essa, o religioso teria utilizado ‘laranjas’ na compra das cotas de televisão, que depois foram transferidas para seu nome. Assim, Marcelo Nascentes Pires teria figurado como sócio da RCE TV de Xanxerê Ltda., posteriormente Televisão Xanxerê Ltda., afiliada da Rede Record, quando em verdade, o verdadeiro proprietário das cotas em nome de Marcelo era o denunciado Edir Macedo Bezerra. O bispo utilizou uma procuração para posteriormente transferir as cotas de Marcelo para seu nome. Eles ainda teriam apresentado uma procuração falsa no Ministério da Justiça.

Além de Edir e Marcelo, compareceram a Justiça Federal nesta semana o ex-diretor da TV Record Júlio César Ribeiro e advogados que estão acompanhando o caso.
Edir Macedo não havia estado presente na primeira audiência marcada há cerca de um mês.

O processo continua com considerações finais tanto da defesa como do MP. O juiz deve dar a sentença até o final do ano. Ainda caberá recurso dessa decisão de primeira instância.

Por essas suspeitas, o bispo pode ser condenado segundo os artigos 299 e 304 do Código Penal, que regulam, respectivamente, a declaração falsa em documento e a falsidade ideológica. Os crimes têm penas que podem variar de um a cinco anos de reclusão, além de multa.

O empresário, Edir Macedo, mora atualmente em Nova Iorque, na costa leste dos Estados Unidos (EUA). A IURD está presente em mais de 150 países e tem aproximadamente 8 milhões de fieis. Ele visitou um templo em Chapecó (SC), aproveitando a visita ao município para dar o depoimento.

Fonte: Gospel+ e The Christian Post

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...